Entrevistas Interessante

Conheça de forma sucinta o capixaba Tavn

TAVN é um artista talentosíssimo originalmente do Espírito Santo, mais especificamente de Vitória; curte música desde menor, e com 12 anos já escrevia uns versos. Aos 13, 14 escutou rep nas trilhas da série “Turma do Gueto”, e conheceu alguns por lá, e depois, trocando ideia com uns amigos que já conheciam rep, foi aumentando seu conhecimento, descobrindo e escutando mais grupos… Mas onde morava, o que mais chegava era o funk.
“Comecei a caminhada no funk. Em 2006 gravei meu primeiro som no Bolha Estúdio, no centro de Vitória. A partir desse tempo eu comecei a
frequentar o máximo possível o estúdio. Eu era novo, tinha 14 para 15 anos. Foi nessa época que eu aprendi o básico sobre os programas e produção. Com 16 anos, no coletivo Lenda Pessoal, fiz alguns trabalhos de rep, paralelo aos de funk com uns amigos” — disse TAVN. “Quando tinha 17 para 18 anos fui para São Paulo pela primeira vez, e fiquei um ano gravando e produzindo alguns MC’s de funk em Diadema, e fazendo algumas apresentações pela quebrada. Nessa época, eu e o Diego (D13) rachávamos o aluguel de um barraco, tínhamos o hábito de comprar uns DVD’s para assistir na brisa, até quando compramos “L.A.P.A” e “Rotação 33“, e a partir daquele dia eu comecei a me dedicar mais a aprender sobre o hip-hop, e a produzir beats. Com 18 para 19 anos voltei para o Espírito Santo já na intenção de dar mais atenção ao Lenda Pessoal, e estudar sobre
audiovisual. Conheci Leoni, depois WC, e Junin eu já conhecia do tempo de escola e do corre de funk. Nós nos juntamos e começamos a trabalhar, e fazer shows juntos. No começo de 2015, apresentei um som pro Naio Rezende, que já estava guardado desde 2014. Ele chapou no som e me perguntou o que que eu achava de ele fazer o video clipe… eu aceitei, e ele mostrou o som pro DJ LX. Eu avisei que o som fazia parte de um álbum que eu iria lançar no mesmo mês; eles escutaram e me perguntaram se eu toparia ir para São Paulo gravar o clipe e aproveitar para regravar o álbum inteiro… Foi aí que rolou a parceria no primeiro trabalho sério intitulado “A Correria Continua“, onde fizemos uma apresentação no Show Livre, alguns shows e participações pelas casas de São Paulo e tal.
Atualmente a primazia é lançar alguns singles antes de trabalhar em outra mixtape, EP ou álbum. Meu último trampo é de 2014, e de lá para cá tem muita coisa nova para ser dita” — finalizou.

O último filho que geraram foi o single “Selva de Espinhos” junto de um videoclipe. O som teve a produção do monstro LR Beats; gravado no Atlântica Ville, Espírito Santo – um bairro que tem um valor incomensurável para ele, que sempre passa grande parte do seu tempo lá, quando está pelas redondezas; e foi dirigido por Lucas Araújo (Luc Films).

 

Contatos para shows/eventos: contatotavn@gmail.com | 11 95770-6997

Canal no YouTube, clique aqui.

Você também pode encontrá-lo em outras plataformas digitais.

Sobre o autor

RiDuLe Killah

Redator do Canal RapRJ com muito orgulho, mostrando que o perfeccionismo ainda existe. Pois, se não fosse para ser quem sou, caso eu tivesse escolha, optaria por não nascer. Por isso, em sumo, cada post é uma vida que eu gero.

Comentar

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *